Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Notícias e artigos

Deputado Mauro Mariani reunido com empresários na Acisbs

Pela segunda vez o deputado federal Mauro Mariani esteve na Associação Empresarial de São Bento do Sul para participar da edição dos Diálogos Institucionais. Novamente apresentou um panorama do Câmara dos Deputados e principalmente a situação e perspectivas das reformas trabalhista, previdenciária, tributária e política no Brasil. O encontro reuniu diretoria, associados, conselhos deliberativo e superior.

Mauro iniciou dizendo que completou 20 anos de mandado e que com certeza essa não é a primeira vez que se fala em reformas. “O ambiente é complexo, momento difícil na política brasileira” comentou. Para ele, duas vitórias foram alcançadas pela Câmara, a primeira a aprovação da lei da terceirização, que conforme Mauro já poderia ter sido votada há dois anos, mas devido manobras políticas por parte do Senado Federal, apenas agora foi possível a votação e aprovação na Câmara. Também, Mariani fala da trabalhista, que segundo ele, a relação empresa e trabalho está diferente e precisa de atualização. “Nós só vamos votar na previdenciária depois do Senado votar a trabalhista” destacou. Para o deputado, a votação da trabalhista será uma conquista, pois vai melhorar a relação empresa x trabalho.  

Quanto a reforma previdenciária, Mauro disse que a matéria é complexa e o maior problema está na questão pública. Segundo ele, o governo englobou tudo, o que tem dificultado o compreendimento da população no assunto. “O governo comunicou mal, acho difícil ser aprovada na Câmara. Mas ao mesmo tempo, são temas importantes que precisam ser discutidos”. Conforme o deputado, o governo está lá sem ter sido eleito e é praticamente um período pré-eleitoral. “O momento é ruim para compor a maioria, e para ser aprovada, a reforma precisa de autores que irão concorrer ao pleito. Com a opinião pública contra a reforma é complicado votar a favor”.

Emendas – Mauro anunciou a vinda de recursos ao município por meio de emendas parlamentares. Serão R$ 500 mil para pavimentação e R$ 1 milhão para o Hospital e Maternidade Sagrada Família.

 

Confira os mais recentes