Acisbs - Associação Empresarial de São Bento do Sul - Batizada como Associação Comercial e Industrial de São Bento do Sul (ACISBS), a entidade foi fundada por um grupo de empresários em 9 de novembro de 1957. O objetivo inicial era criar uma entidade para representar a classe econômica e promover o desenvolvimento.

Acisbs - Associação Empresarial de São Bento do Sul

Nova diretoria da Facisc toma posse em cerimônia virtual


Em tempo de pandemia, a cerimônia de posse da Facisc ganhou novo formato. A cerimônia contou transmissão on line realizada pelo canal do youtube da Federação, com a participação presencial apenas dos membros do Conselho Superior da Facisc, Luiz Carlos Furtado Neves e Alaor Tissot, do atual presidente Jonny Zulauf, e do presidente eleito Sérgio Rodrigues Alves, que representou todos os 46 empresários eleitos para compor a gestão 2021/2023. A posse foi realizada na tarde desta terça-feira, 6/10, e o mandato começa efetivamente no dia 1º de janeiro de 2021.

 

O presidente empossado, Sérgio Rodrigues Alves, fez um agradecimento geral e nomeou empreendedores que estão na nova diretoria, os que deixam os cargos, membros do Conselho Superior, presidentes de associações empresariais, e diversas pessoas que já contribuíram no caminho até aqui. Alves falou sobre o ano de 2020 e que seguramente entrará para a história, história. “Um ano que nos ensinou a rever valores e ações, revolucionou nossa forma de comunicação, de fazermos negócios e até de consumirmos e de trabalharmos. Incrível como o isolamento social mudou nosso comportamento de consumo e de trabalho. Passamos a enxergar novas oportunidades frente a uma crise. Nunca um empreendedor precisou ser tão criativo e inovador, estar tão focado nos seus negócios”.

 

Alves disse que o mundo nunca mais será o mesmo. “Se eu pudesse dar um conselho eu diria: foque no seu consumidor e olhe a experiência dos parceiros tradicionais”. O planeta nunca parou desta forma. “Vivemos uma crise sem precedentes e olha que já passamos por muitas crises. Quem não se lembra da crise imobiliária americana em 2008? A crise inflacionária da época do Sarney onde chegamos a 50% de inflação ao ano? Do Confisco do nosso dinheiro no Plano Collor onde do dia para noite não tínhamos dinheiro nem para pagar nossos fornecedores? Mas esta é a pior de todas que estamos passando, porque esta nos levou vidas. Vimos negócios afundarem, nossos faturamentos despencarem da noite para o dia, fomos aprisionados em nossos lares e nos afastamentos dos nossos entes queridos. Nossas mentes e nossos corações só vão sossegar quando superarmos esta crise”.

 

Alves finalizou reforçando seu compromisso com o associativismo. “Meu legado é com a ética, com a transparência, com a governança e com respeito aos 50 anos da Facisc. Nosso compromisso é com nosso associado, nossa atenção está voltada às associações. Porque a Facisc é de todos e é para todos. Juntos seremos bem mais fortes”. E ainda completou reforçando o papel da diretoria: “Nossa diretoria quer levar a nossa Facisc a um novo estágio, um estágio de excelência”.

 

Jonny Zulauf, presidente que fica à frente até o final deste ano, falou em seu discurso que os empresários estão juntos e cada vez mais fortes. “Apesar da crise, e por causa dela, nós saímos fortalecidos”. Ele disse que o papel da Federação é sempre ser colaborativo. “O Sistema deve estimular a base através de capacitação de sustentabilidade, e de representatividade. Cumprimos tudo com orgulho e fazendo o nosso melhor. É o nosso passado que nos dá energia para continuarmos atuando pelo associativismo”. O presidente destacou como coroação da gestão da sua diretoria, a divulgação feita hoje das quatro cidades catarinenses e mais cinco de outros estados que  estão na lista Top 100 Destinos Sustentáveis da Green Destinations, um ranking internacional de destinos turísticos. Nove dos 10 destinos turísticos brasileiros selecionados integram o Programa de Desenvolvimento Econômico Local de Turismo, o DEL Turismo da FACISC. Forquilinha, Gaspar, Rio Negrinho e Schroeder são as cidades catarinenses que passam a integrar o ranking.

 

O membro do Conselho Superior da Facisc, Alaor Tissot, fez um comparativo da gestão do presidente Jonny Zulauf a um barco que veleja no mar. “Você pegou calmaria e pegou tempestade, e tudo que você fez merece o reconhecimento de todo o Sistema”.

 

O governador do Estado, Carlos Moisés da Silva, e o presidente da Confederação das Associação Comerciais e Empresariais do Brasil, George Pinheiro, participam do evento de forma on line. Além disso, prestigiaram a posse, presidentes, diretores e colaboradores das associações empresariais de Santa Catarina e de diversas cidades do país, autoridades, empresários e convidados.

 

O presidente da CACB, George Pinheiro, destacou que o Sistema de associações comerciais é o mais antigo do Brasil em defesa da classe empresarial, está lutando para vencer toda esta crise. “Temos certeza que a união do setor produtivo, dos poderes executivo, legislativo e judiciário é vai fazer superarmos para fazer um novo momento para o Brasil”. Ele também exultou o Programa Empreender e toda a contribuição que Santa Catarina dá ao Sistema.

 

O governador do Estado, Carlos Móises, falou sobre o respeito que o Governo é parceiro do empreendedor catarinense. “Os empresários são a razão de ser do Estado se organizar. Temos certeza que o alinhamento com o setor produtivo, muito bem representados pela Facisc e outras entidades, integramos um grande grupo de trabalho, e saímos vitoriosos porque houve esta união”.  Ele ressaltou o papel do empresário voluntário no Sistema Facisc. “Assim como os governos são como tijolos, todos que já passaram pela entidade dão sua contribuição para a consolidação da Facisc. Nossa relação com os empresários não é de vender dificuldade para entregar facilidades”.

 

Moisés explicou que a crise política que sofre hoje é resultado de mal feitos do passado. “Com a revisão dos contratos trouxemos economia de milhões aos cofres públicos, revisão de carga tributária e transparência. Santa Catarina é o Estado que mais entrega.” Sobre o impeachment o governador falou que o que ser quer hoje é respeitar a vontade popular.




Voltar
Acisbs - Associação Empresarial de São Bento do Sul - Notícias
Thats all Fokls