Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Notícias e artigos

Entidades se organizam e formam Comitê para assuntos ambientais

A Associação Empresarial de São Bento do Sul (Acisbs), juntamente com o Núcleo de Imobiliárias, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), a Associação de Engenheiros e Arquitetos do Planalto Norte (Aeaplan), o Conselho da Cidade de São Bento do Sul (Concidade) e o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) se mobilizaram para criar um Comitê de Estudo Socioambiental no município. Em duas reuniões já realizadas na Acisbs, o grupo discute os temas que envolvem questões ambientais. Não queremos prejudicar o Meio Ambiente, mas sim, fazer com que o desenvolvimento e a sustentabilidade caminhem juntos. Desta forma, conseguiremos crescer com eficiência, equidade e conservação ambiental” destacou o presidente da Acisbs, Júlio César Teixeira.

 

As entidades citam que a ausência de um estudo socioambiental no município, principalmente que contemple medidas para Áreas de Proteção Ambiental (APAs) em área urbana; causa desentendimentos da legislação ambiental e parcelamento do solo urbano, o que prejudica investimentos comerciais e industriais. “A ideia é fazer algo em benefício do desenvolvimento da cidade, pensando também na preservação do Meio Ambiente, de maneira eficiente e segura também para os investidores”, comentou Flavio Wacholski, presidente da Aeaplan.

 

A iniciativa da Acisbs veio das demandas discutidas pelo Núcleo de Imobiliárias, que apontam dificuldades de investimentos; deficiência na vazão de processos e da necessidade de trabalhar o assunto em sintonia com entidades e órgãos da cidade.

 

Na próxima reunião, segunda-feira, 13, o Comitê vai receber o secretário de Planejamento e Urbanismo, Luiz Claudio Schuves, para a oficialização do Comitê de Estudo Socioambiental, que vai compreender as entidades Acisbs, Aeaplan, Crea, Núcleo de Imobiliárias, Secretaria de Planejamento, Promotoria, Codesbs, Concidade e Comdema. Também na pauta, as dificuldades enfrentadas pela Secretaria de Planejamento; Diagnóstico Socioambiental; revisão do Plano Diretor (previsão e coordenação) e áreas consolidadas e flexibilização de APPs.

 

Protocolo de intenções – É um documento elaborado pela entidade desde 2009, que reúne 12 itens com foco no desenvolvimento econômico, no cumprimento do Plano Diretor, mobilidade urbana, saúde, segurança pública, meio ambiente entre outras áreas. O Protocolo é entregue aos candidatos a prefeito durante o período eleitoral.

 

Confira os mais recentes