Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Notícias e artigos

Nucleados pedem apoio para agilizar processos

Integrantes do Núcleo de Profissionais de Contabilidade – NUPEC, estiveram reunidos na manhã de terça-feira, 21, com a secretária de finanças de Prefeitura de São Bento do Sul, Auriene Roepke e o chefe do setor de fiscalização, Aluísio Oliveira Antunes. A coordenadora do núcleo, Luciane Weiss Wachetel, destacou que o encontro é justamente para trocar ideias e buscar um alinhamento do trabalho. "Hoje há somente uma pessoa no atendimento no setor de tributação e queremos verificar como podemos dar andamento de forma mais rápida, visto que municípios vizinhos estão oferecendo o serviço com mais agilidade e desburocratizando o processo e assim São Bento do Sul está perdendo com isso", explica.

Auriene relatou que foi reduzida a mão de obra no setor mas explicou como é possível resolver a questão. "Não justifica mas explica. Foi reduzido o número de pessoas trabalhando em nosso setor mas o concurso público que foi realizado recentemente será uma forma de resolver isso". Ela relata que todo o processo do concurso deve ser finalizado até o dia 1º de julho e que haverá assim uma pessoa efetiva no departamento.

Outro programa que segundo Auriene comprometeu o andamento do trabalho no setor é o "Saúde fiscal nos municípios", no qual há um compromisso com o Ministério Público e é necessário realizar a fiscalização. "Nós temos um compromisso com este programa e assim há uma demanda muito maior, relata.

Os profissionais relataram uma certa demora em serviços como abertura e baixas de empresas, alvarás entre outros, mas Auriene garantiu que a partir de julho haverá um profissional efetivo. "Estamos à disposição sempre e queremos ajudar pois é importante para nós também que os processos sejam rápidos. Vamos melhorar com certeza". Outra questão levantada pelos nucleados é a abertura do microempreendedor individual – MEI, no qual há uma demanda maior visto o período de crise econômica e muitos estão sendo prejudicados. O grupo sugeriu uma forma de "mutirão" de alguns dias para eliminar os processos e voltar ao trabalho normal ou que uma pessoa se dedique a abertura do MEI. Ela se comprometeu a estudar uma forma. "Vamos verificar como podemos fazer este processo, pois tudo deve ser regulamentado e não se pode privilegiar ninguém", ressalta.

Confira os mais recentes