Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Notícias e artigos

Setor empresarial pede celeridade no julgamento do impeachment

O Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (COFEM) defende a celeridade no processo de julgamento de impeachment do governador Carlos Moisés, em nome da segurança jurídica e institucional em Santa Catarina. No mesmo sentido, buscando preservar a estabilidade, propõe que não ocorram alterações relevantes na estrutura de governo até que haja a decisão definitiva sobre a questão do impedimento do governador.

 

O COFEM é composto pelas Federações das Indústrias (FIESC), do Comércio (FECOMÉRCIO), da Agricultura (FAESC), dos Transportes (FETRANCESC), das Associações Empresariais (FACISC), das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), das Micro e Pequenas Empresas (FAMPESC), além do Sebrae-SC.

 

O COFEM também defende que não ocorram alterações relevantes na estrutura de governo até que haja a decisão definitiva sobre a questão do impedimento do governador. “Estamos vivendo um momento delicado, mas não podemos deixar a instabilidade nos abater. É desejável manter algumas secretarias estruturantes, pois não podemos deixar que as atividades paralisem”, ressaltou o presidente da Facisc, Sérgio Rodrigues Alves.

Confira os mais recentes